segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Porque

Saber o porque é uma das minhas maiores obsessões. Porque fazemos o que o fazemos, porque somos como somos, porque não fazemos, porque é assim, porque não. Aí eu resolvi me perguntar porque terno e gravata. Por que? É uma tradição justificada por um dos maiores e mais ultrapassados moralismos da sociedade: Que sua aparência importa e pode ser usada como juízo de valor para você. E aí, algumas pessoas são obrigadas (pelo costume) a se vestir com roupas sociais pra poder estar de acordo com o "decoro exigido por suas respectivas profissões". Que idiotice! As pessoas são julgadas pela porra da sua aparência! Qual, QUAL, Q-U-A-L o problema de usar roupas "casuais" em um ambiente de trabalho?! Você vai ser menos inteligente? Você vai ser menos educado com as pessoas com as quais vai lidar? Você vai ser MENOS?
Em tudo na vida eu procuro ponderar pra tomar decisões equilibradas. E tenho refletido muito sobre esse assunto e, sinceramente, não vejo nada além de preconceito e moralismo nessa obrigatoriedade. Somos livres ou não somos, caralho?! Não há nenhuma lei que disponha sobre o assunto, só portarias, resoluções, etc. Veja bem, não é que eu seja contra o terno e gravata, acho muito bonito e coisa e tal, (tirando quando tá quente, que é de uma idiotice sem tamanho) mas ser obrigado a fazer algo que não beneficia ninguém, que se não fizer não vai prejudicar ninguém é totalmente sem sentido!

A seriedade quando necessária tem que vir de dentro. O que importa é quem somos, isso é tão básico que soa como um clichê dos maiores! A nossa aparência, o nosso corpo são meros instrumentos. Isso pra nem entrar no assunto da idiotice de ter que usar roupas o tempo todo. Ai, num pode mostrar o piu-piu, o peitinho e a periquita, é crime!!! Mas essa é pra outra hora...

Resumindo: Vista-se de qualquer jeito. Em qualquer situação. E se não quiser, não se vista.

Huuum, dando conselhos... Tá sabendo hein cara, quase um profeta. 32 minutos de bateria. Tenho mais uns rascunhos pra publicar ae lek, "Veja bem" hahahahaha Esse Victor do passado é muito bobão mesmo. Mas a ideia é boa. Pelados somos mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário